LinkedIn Live: como e por que transmitir ao vivo no LinkedIn? - Cross Host
LinkedIn Live

LinkedIn Live: como e por que transmitir ao vivo no LinkedIn?

O formato de transmissões ao vivo chegou à maior rede social profissional do mercado em 2019, e desde lá, tem se mostrado uma ferramenta poderosa com altos índices de engajamento, alcance e interação. O LinkedIn Live é uma grande tendência de comunicação no universo corporativo, mas será que você sabe exatamente como utilizar todos os recursos disponíveis? Confira:

 

O que é LinkedIn Live?

O linkedIn Live é uma ferramenta desenvolvida pelo LinkedIn que possibilita a transmissão ao vivo, em tempo real, dentro da maior rede social corporativa do mundo. O recurso se assemelha as lives realizadas no Facebook, instagram e YouTube, com o diferencial de ser totalmente segmentada para o universo empresarial.

A proposta do LinkedIn Live é clara: oferecer um serviço qualificado de live streaming para o público corporativo agregando ainda mais valor a experiência dos usuários.

 

 

LinkedIn Live: por que apostar nessa plataforma para transmitir ao vivo?

LinkedIn Live
Transmissão ao vivo Cross Host –  LinkedIn Live

 

Uma das principais vantagens do LinkedIn Live é poder gerar leads muito qualificados, transformando visitantes em potenciais clientes de forma rápida e eficaz, além de fortalecer a sua marca e atribuir ainda mais autoridade para o seu nicho de atuação.

Além disso,  a rede social possui mais de 700 milhões de usuários ativos, e já é vista como uma das maiores redes sociais do mundo.

Uma pesquisa recente revelou que o LinkedIn é 277% mais eficaz do que outras redes sociais como Facebook e Twitter quando o assunto é conversão de leads, afinal, as empresas e pessoas utilizam a plataforma com o objetivo de localizar empresas, potencializar networking, gerar empregos e trocar conteúdo corporativo qualificado.

A pergunta é por que não fazer lives no LinkedIn, né?

 

 

Afinal, como funciona o LinkedIn Live?

Bom, apesar do linkedIn oferecer essa ferramenta como um recurso totalmente gratuito, as transmissões ao vivo só funcionam com a utilização de integrações externas e plataformas de streaming acopladas a essa transmissão.

Se você não tem um nível de experiência tão avançado, é interessante contratar uma empresa de transmissão ao vivo para gerenciar a sua transmissão. As empresas especialistas em transmissão ao vivo geralmente já possuem contas nas plataformas parceiras do linkedIn como Streamyard, SocialLive, Restream, ou plataformas próprias que podem ser integradas a transmissão.

Os usuários com um pouco de conhecimento técnico ainda podem se conectar diretamente utilizando um software codificador, com Zoom ou WebEx.

 

 

Como fazer uma live no LinkedIn? passo a passo

 

  1. Inscreva-se no LinkedIn Live para transmitir vídeos ao vivo

Para iniciar sua jornada nas Lives corporativas é preciso se candidatar. Não é qualquer pessoa que é liberada para testar a ferramenta. Portanto, é necessário preencher um formulário e solicitar que a sua inscrição seja realizada. Caso você seja aprovado, poderá seguir para o próximo passo.

A aprovação, de acordo com o LinkedIn, será baseada em quatro pilares:

  • o histórico de criação de vídeo e conteúdo em geral;
  • o histórico de tamanho de público-alvo e engajamento;
  • se a conta de usuário ou página está qualificada;
  • se a autenticação de dois fatores está ativada nas configurações da conta.

Ainda de acordo com a plataforma, apenas usuários selecionados serão comunicados via e-mail, ou seja, se você se candidatou para se tornar apto a realizar as lives e não recebeu resposta, seu pedido pode ter sido negado.

Dica extra: Para facilitar a aprovação, o LinkedIn sugere que todas as seções do seu perfil estejam configuradas como “públicas”, principalmente as seções Artigos e Atividades, Experiência Profissional e Educação.

 

  1. E-mail e documentação

Oba, fui aprovado! Você receberá em seu e-mail um comunicado de aprovação com todas as regras e determinações da plataforma. Além disso, será necessário acessar a central de recursos do LinkedIn e ficar atento a todos os pontos técnicos para que tudo saia corretamente durante a sua transmissão.

é importante ler atentamente as diretrizes e melhores práticas para a criação de conteúdo na plataforma. Vendas e streams promocionais estão proibidos, assim como conteúdo   pré-gravado ou editado.

As transmissões precisam ter no mínimo 15 minutos de duração, e o conteúdo precisa necessariamente ser de teor profissional.

 

  1. Escolha a plataforma de transmissão

LinkedIn Live plataformas

Como já dissemos anteriormente, é necessário integrar uma plataforma de streaming para poder transmitir ao vivo. Se você foi aprovado, e já sabe tudo sobre as regras, é hora de escolher entre uma das parceiras do LinkedIn ou selecionar um software codificador para transmitir o seu conteúdo.

O próprio LinkedIn lista as ferramentas disponíveis e respectivos links para acesso e download.

 

  1. Faça a integração da ferramenta na plataforma do LinkedIn

Chegou a hora de configurar a ferramenta selecionada! Entre na central de recursos e leia sobre as configurações ideais para começar a sua transmissão.

 

  1. Comece a transmitir ao vivo

Prontinho! Depois de um longo caminho percorrido, é hora da começar a transmitir ao vivo e aproveitar o melhor do LinkedIn Live.

 

Realizar lives no LinkedIn pode ser uma ótima alternativa para workshops, eventos e congressos que antes eram realizadas de maneira presencial, atingindo assim um número maior de público. Você ainda promoverá sua marca e poderá gerar leads qualificados dentro do seu segmento. Incrível né? Pronto(a) para começar?

 

 

A Cross Host atua há mais de 15 anos com transmissões ao vivo e possuí um alto nível de expertise. Contamos com uma equipe dedicada e especializada em Lives no LinkedIn para facilitar a transmissão do seu conteúdo. Que tal se preocupar apenas com o seu conteúdo, e deixar o resto conosco?

Clique aqui, fale com um de nossos especialistas e comece a transmitir já.