Geo-Blocking: O que é isso no Streaming?

02/jul

Em algum momento da sua vida, é possível que você tenha clicado para assistir um vídeo na internet, e foi automaticamente impedido através de uma mensagem informando que o mesmo não estava disponível para o seu país. Chato né? Ou até mesmo ouviu falar de catálogos de filmes e séries disponíveis em plataformas de Streaming em outros países, porém, inexistentes aqui no Brasil. Pois é, tudo isso é ocasionado pelo famoso Geo-Blocking.

 

Vamos entender?

 

 

Mas afinal, o que é Geo-Blocking?

 

 

O Geo-Blocking é um sistema de bloqueio geográfico que está habilitado em diversos serviços de Streaming com o objetivo de restringir determinados tipos de conteúdo de acordo com as regras e regulamentações do seu país.

 

Esse tipo de restrição é muito utilizado em eventos e conteúdos globais com o intuito de mensurar a entrega da transmissão de acordo com o regulamento estabelecido. Um exemplo simples de Geo-Blocking é a Copa do Mundo da FIFA, onde não é possível transmitir o conteúdo integral para todos os países.

 

No ano de 2014 por exemplo a FIFA disponibilizou a “Lei geral da Copa”, que incluía uma medida para a retransmissão de imagens de acordo com as diretrizes de Geo-Blocking de cada país, cabendo aos veículos de comunicação se adequarem ao procedimento.

 

O Geo-Blocking também pode ocorrer em transmissões que permeiam a exclusividade, não podendo ter seu conteúdo transmitido em outro país. Administradores de sites, veículos de comunicação e muitas empresas também utilizam o recurso de Geo-Blocking para barrar conteúdos restritos e minar retransmissões indevidas.

 

Como funciona o sistema do Geo-Blocking?

 

De forma universal, todos os computadores possuem um IP (protocolo de internet), que funciona como um registro de cada usuário, como um identificador. Quando determinado computador realiza a “entrada” em um servidor de conteúdo, como um serviço de Streaming para assistir um vídeo por exemplo, o número desse IP é enviado ao servidor com sua localização em tempo real, é aí que o processo do Geo-Blocking é formalizado.

 

Sendo assim, o IP desse usuário é automaticamente identificado de acordo com sua localização geográfica com uma boa precisão, e há o mapeamento desses endereços, podendo gerar o bloqueio, conhecido como Geo-Blocking.

 

A Cross Host possui uma equipe altamente especializada em Streaming e está alinhada com todas as diretrizes e procedimentos necessários para transmitir o sue conteúdo com toda segurança e eficiência.

 

Pensando em realizar uma Transmissão ao vivo com segurança e mapeamento de localização? Fale agora com um de nossos especialistas em Streaming e estruture seu projeto.