Facebook lança nova plataforma de Videoconferência e vai competir com o Zoom e Houseparty

27/abr

O Facebook lançou um novo serviço de videoconferências para competir com o Zoom. O Messenger Rooms chegou para suprir as necessidades de plataformas de Streaming durante o isolamento social devido a pandemia de Covid-19.

 

Com milhões de pessoas em quarentena, utilizando o computador, tablet e o celular para se comunicar com outras pessoas, a nova plataforma permite que usuários façam chamadas com até 50 pessoas por vez, bem semelhante ao Zoom, Houseparty e outros serviços de videoconferência que têm acompanhado seus negócios crescerem exponencialmente nas últimas semanas.

 

Atualmente, o Messenger, também do Facebook, só permite oito participantes. Assim como no caso do Zoom, os usuários do Messenger Rooms poderão convidar outras pessoas para as chamadas através de um link compartilhado pelo celular ou pelo computador, e sem a necessidade de baixar nenhum aplicativo ou criar outra conta. Dessa forma, será possível participar sem possuir uma conta no Facebook. O novo serviço é totalmente gratuito não tem limite de duração para as videoconferências e inclui funcionalidades como realidade aumentada e filtros de imagens e cores.

 

O Facebook tem cerca de 2,5 bilhões de usuários em todo o mundo e diferente das ferramentas de videoconferência de trabalho, como o Zoom, o Messenger Rooms foi projetado para socializar com amigos e familiares, seja para aniversários, happy hours, clubes de livros ou grupos de pais.

 

“Foi projetado para ser mais fortuito e espontâneo”

 

O presidente-executivo da empresa, Mark Zuckerberg, classificou o movimento como outra maneira de o Facebook manter as pessoas conectadas, em um anúncio transmitido ao vivo. A videoconferência tornou-se uma necessidade durante a pandemia, alternativa de comunicação para as relações de trabalho e familiares. Tornou-se, inclusive, um destino para happy hours e festas de dança.

 

Zoom, em particular, foi beneficiado. A empresa de videoconferência disse recentemente que o número de pessoas que participam das chamadas em um único dia aumentou de 10 milhões no final de dezembro para mais de 200 milhões de pessoas agora.

 

A versão gratuita do Zoom limita as chamadas a 40 minutos até você se inscrever para uma assinatura paga, mas pode acomodar 100 pessoas. O Messenger Rooms do Facebook é, de certa forma, mais limitado – ele deve ser iniciado no Facebook ou Messenger, embora outras pessoas que ingressam não precisam ter uma conta no Facebook.

Facebook tem uma vantagem no jogo de Streaming de vídeo, por já trazer mais de 2 bilhões de usuários embutidos. Mas também carrega os problemas recentes pela disseminação de fakenews na plataforma e controvérsias sobre privacidade, corroendo a confiança das pessoas no serviço.

 

E você, preparado para testar?