Como entender a mudança do perfil do consumidor de streaming?

07/out

Com a tecnologia e seus avanços, o mercado de entretenimento foi o que mais sofreu mudanças ao longo dos últimos anos. Hoje é possível com a transmissão instantânea escutar músicas, ou assistir a filmes sem a obrigação de comprar produtos digitais ou fazer download.

Essa mudança do perfil do consumidor de streaming mostra que o usuário está no comando e que tem total autoridade sobre quando e o que assistir. O novo consumidor busca por agilidade, facilidade e também alinhamento de ideias com as marcas. 

Mas afinal, o que é streaming?

Um serviço de streaming de vídeo é uma fonte on-line de entretenimento sob demanda para programas de TV, filmes e outras mídias de streaming.

Esses serviços fornecem uma alternativa ao serviço a cabo e satélite sob demanda, geralmente a um custo menor. O uso de serviços de streaming geralmente requer taxas, seja por visualização ou assinatura. Os vídeos vêm de uma rede que normalmente é baseada em nuvem. 

Alguns serviços oferecem amplo suporte de hardware para vários dispositivos, como Smart TVs, receptores de mídia de fluxo contínuo, computadores, tablets e smartphones. Outros podem ser mais limitados a um tipo de dispositivos, ou adaptados a uma marca específica, parecido com o iTunes para dispositivos Apple.

Exemplos de serviços de streaming de vídeo pagos incluem Netflix, iTunes, YouTube, Amazon Prime, LoveFilm, Baidu, NowTV e Vimeo, etc. 

Streaming: a nova forma de consumo

Pesquisas já mostraram que no Brasil existem mais pessoas vendo séries e filmes pela internet do que pela TV a cabo. 

A TV agora passa por um momento de restruturação, já que o serviço de streaming dominou rapidamente o mercado global. Porém algumas emissoras, buscando não ficar por fora dessa nova tecnologia, chegaram a lançar seus próprios serviços, como por exemplo, é o caso da PlayPlus (streaming da RecordTV).

Porém não foram apenas as emissoras de TV que precisaram se reestruturar. A Jovem Pan, emissora de rádio viu uma grande oportunidade e criou a PanFlix, plataforma de streaming para conteúdos em vídeos de programações da rádio e novos programas, fidelizando ainda mais o público e atraindo novos consumidores.

É importante salientar que o streaming representa a nova forma de consumo de entretenimento global. E não apenas as grandes plataformas, tal como a Netflix conseguiram mudar o cenário, ao compreender a necessidade de seu consumidor em entregar o que ele espera, mas também novos criadores de conteúdo em redes sociais.

É importante ressaltar que todas as veiculações e divulgações publicitárias são focados em hábitos e no perfil do consumidor, logo são eles quem determinam como serão os serviços de streaming. 

Facilidade, relacionamento, e conteúdo de qualidade é o que os mantém no topo!

O streaming significa que o público também está cada vez mais praticando o desapego na hora de consumir, já que você assina um serviço, mas se você parar de pagar não terá mais acesso ao conteúdo. Então é preciso que as marcas saibam lidar com esse novo perfil do consumidor de streaming.

E já sabe não é mesmo, se você gostou desse post, não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais para que outras pessoas também possam ter acesso a esse conteúdo. Até a próxima.

Se desejar maiores informações entre em contato com a Cross Host!